sábado, 31 de outubro de 2009

Conhecendo a Lei de Biossegurança


Bom Dia!!!

A lei 11.105 foi criada no dia 24 de março de 2005, estabelecendo normas de segurança e mecanismos de fiscalização de atividades que envolvam organismos geneticamente modificados – OGM e seus derivados. Criou o Conselho Nacional de Biossegurança – CNBS, reestruturou a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio, e dispôs sobre a Política Nacional de Biossegurança – PNB.

Colocamos aqui só um pedaço da lei, mas se vocês quiserem vê-la na integra:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11105.htm

Art. 6o Fica proibido:

I – implementação de projeto relativo a OGM sem a manutenção de registro de seu acompanhamento individual;

II – engenharia genética em organismo vivo ou o manejo in vitro de ADN/ARN natural ou recombinante, realizado em desacordo com as normas previstas nesta Lei;

III – engenharia genética em célula germinal humana, zigoto humano e embrião humano;

IV – clonagem humana;

V – destruição ou descarte no meio ambiente de OGM e seus derivados em desacordo com as normas estabelecidas pela CTNBio, pelos órgãos e entidades de registro e fiscalização, referidos no art. 16 desta Lei, e as constantes desta Lei e de sua regulamentação;

VI – liberação no meio ambiente de OGM ou seus derivados, no âmbito de atividades de pesquisa, sem a decisão técnica favorável da CTNBio e, nos casos de liberação comercial, sem o parecer técnico favorável da CTNBio, ou sem o licenciamento do órgão ou entidade ambiental responsável, quando a CTNBio considerar a atividade como potencialmente causadora de degradação ambiental, ou sem a aprovação do Conselho Nacional de Biossegurança – CNBS, quando o processo tenha sido por ele avocado, na forma desta Lei e de sua regulamentação;

VII – a utilização, a comercialização, o registro, o patenteamento e o licenciamento de tecnologias genéticas de restrição do uso.

Parágrafo único. Para os efeitos desta Lei, entende-se por tecnologias genéticas de restrição do uso qualquer processo de intervenção humana para geração ou multiplicação de plantas geneticamente modificadas para produzir estruturas reprodutivas estéreis, bem como qualquer forma de manipulação genética que vise à ativação ou desativação de genes relacionados à fertilidade das plantas por indutores químicos externos.

É isso! Até mais!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Formulário e Manual para a Análise Tipológica dos Documentos

Boa Tarde Pessoal!

Hoje apresentamos para vocês o Formulário que servirá de base para Análise Tipológica a ser realizada. Com ele também trouxemos o Manual de explicação dos campos do formulário para ajuda-los! Para elaboração desses, usamos como base os textos da Bellotto, da Durantti, dos Archiveros de Madrid e do Professor André Porto.


Formulário
Contexto:________________________________________
Espécie: _________________________________________
Definição:________________________________________
Função:__________________________________________
Função Arquivística: _______________________________
Tipologia: _______________________________________
Fundo:___________________________________________

Características externas:
Gênero: __________________________________________
Suporte: _________________________________________
Formato:_________________________________________
Forma:____________________________________________
Características internas:
Produtor:___________________________________________
Conteúdo:_________________________________________
Trâmite:__________________________________________


Manual de explicação dos campos do formulário

Contexto: o contexto e atividades que deram origem a produção/acumulação do documento.
Espécie: configuração que assume um documento de acordo com a disposição e a natureza das informações contidas nele (certidão, relatório...).
Definição: definição de como é a espécie documental.
Função: função imediata para o qual o documento foi criado.
Função Arquivística: qual sua função em relação ao contexto, nem sempre estando ligada a atividade que a gerou.
Tipologia: configuração que assume uma espécie de acordo com a sua função.
Fundo: quem é o responsável pela produção ou acumulação dos documentos.

Características externas:
Gênero: configuração que assume um documento de acordo com o sistema de signos utilizado na comunicação de seu conteúdo (textual, iconográfico, sonoro, audiovisual...).
Suporte: material onde as informações estão registradas.
Formato: configuração física de um documento, de acordo com a sua natureza e o modo como foi confeccionado (caderno, códice, folha avulsa, livro...).
Forma: estágio de preparação e de transmissão de documentos (original,cópia, minuta...).

Características internas:
Produtor: Identificação do produtor do documento.
Conteúdo: Resumo do conteúdo do documento, as pessoas envolvidas, assuntos.
Trâmite: O processo mostrando como o documento funciona.

É isso! Bom Restinho de Sexta!!

Descaso em Maceió


Nesta semana, vários documentos foram encontrados jogados na rua ao lado do Fórum de Maceió. São cópias de sentenças e ações de divórcio. O interessante é que ninguém sabe quem "descartou" tais documentos.




E ai...o que vocês acham que aconteceu?


Abraçosss

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Em 2005, cientista coreano esteve no Brasil!

Boa Noite Pessoal!

É isso mesmo!
No dia 13 de junho de 2005, o cientista Hwang Woo-suk, que foi condenado recentemente (postagem do dia 27 de outubro de 2009), esteve em Curitiba e disse que o Brasil precisa rever a proibição da técnica de clonagem terapêutica.
Hwang afirmou que escolheu o Brasil como o primeiro país a visitar após a publicação do seu artigo na revista Science? (no qual mostra como obteve 11 linhagens de células-tronco a partir de embriões clonados de pacientes) para estimular o debate e o avanço local da legislação.
Esse fato ocorreu porque na época, em março precisamente, foi criada a Lei da Biossegurança proibindo as duas formas de clonagem: a terapêutica, que prevê a formação de embriões apenas para a obtenção de células-tronco, e a reprodutiva, com o intuito de criar uma pessoa.
O cientista colocou também que "cada nação tem sua própria cultura e diferentes pontos de vista social, político e religioso. No entanto, acho que o governo brasileiro também chegará a uma conclusão favorável (sobre a clonagem terapêutica) no futuro."

E ai? o que você acha dessa afirmação?
O Brasil deve ser favorável a técnica de clonagem terapêutica?

Fonte: http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=28952

Até mais!!

Análise da nota fiscal da MCEByte



Boa noite galera,
A postagem de hoje é a análise feita na nota fiscal da MCEByte, de acordo com os Achiveros de Madrid. Segue análise:

Nota fiscal de venda

1.Tipo Documental
  • Denominação: nota fiscal
  • Definição: nota fiscal de venda de viagem virtual
  • Características externas: Classe: textual; suporte: papel; Formato: ficha; Forma: Original

2. Produtor: MCEByte

3. Destinatário: Cliente

4. Legislação : Lei 8846 de 21 de janeiro de 1994

5. Trâmite: após o pedido de solicitação de viagem, o cliente paga o serviço e assim é emitida a nota fiscal, ficando a 2ª via com o consumidor.

6. Documentos Básicos que compõe o expediente: É um documento simples que deve conter a via emitida, data de emissão, discriminação dos serviços contratados, valores unitário e total, CNPJ da empresa fornecedora do produto ou serviço, número sequencial do documento.

7. Ordenação da série: cronológica e numérica (número da nota fiscal)

8. Conteúdo:

  • Pessoas : Empresa MCEByte e cliente solicitante da viagem

  • Assuntos:viagens virtuais para casa impossível, paisagem lunar, pátio impossível, torre do abismo. Com direito ainda , de implantar chip, lobotomia parcial, transferência de dados através de impulsos magnéticos.

Até mais...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Condenado cientista sul-coreano por fraude em células-tronco!

Bom Dia Pessoal!


Notícia quentinha! Ontem saiu uma matéria interessante envolvendo um cientista sul-coreano que foi condenado por fraude em células-tronco. Isso mesmo, a justiça sul-coreana condenou o especialista em clonagem Hwang Woo-suk, que colou a Coreia do Sul na vanguarda dos estudos com células-tronco. Ele enfrentava acusações de fraude, mau uso de dinheiro público e violação de leis bioéticas. Os promotores pediram uma sentença de quatro anos de prisão, defendendo que Hwang prejudicou a pesquisa científica e envergonhou o país.

Fontes:
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1355251-5602,00.html

http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/091026/saude/coreias_sa__de_clonagem_ci__ncia

Até mais!!!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Clonagem - Sugestões de Livros

Boa Tarde Pessoal!

Hoje estamos trazendo algumas sugestões de livros referentes a clonagem!

Clonagem - Aspectos Jurídicos e Bioéticos


Resumo: Clonagem, este inusitado avanço, vem revolucionar nossos dogmas mais íntimos, nossas linhas de raciocínio, desenvolvidos em séculos de existência, que foram fundamentos para a estruturação de todas as sociedades do passado, influenciando na formação das atuais, gerando uma série de questionamentos interessantes que estimulam o ser humano a procurar algumas respostas, que gerarão novos questinamentos, dentro do que é inerente à natureza humana, ou seja, pensar, questionar, investigar infinitamente.

Clonagem Reprodutiva De Seres Humanos
Autor: Geilza Fatima Cavalcanti Diniz


Resumo: Clonagem Reprodutiva de Seres Humanos' é uma obra multidisciplinar, onde se procurou analisar as principais questões éticas e jurídicas envolvendo a clonagem reprodutiva de seres humanos. A partir do estudo da teoria dos direitos humanos, a autora faz uma análise jurídico-filosófica da clonagem reprodutiva dos seres humanos como técnica de solução de problemas de casais inférteis. Analisam-se os diplomas normativos existentes no Brasil, comparando-se-os com as regulamentações existentes nos diversos países do mundo. A autora apresenta, por fim, propostas e técnicas possíveis para a solução de conflitos envolvendo os direitos humanos, pois, com a clonagem, surgem vários dilemas, a começar pelo conflito entre o direito de procriação e a liberdade da pesquisa científica versus o direito de não ser clonado.

Patentes,
Transgênicos E Clonagem


Resumo:livro mostra que invenções concebidas pela ficção cientítica, como clones, seqüenciamento genético, biotecnologia, alimentos e animais transgênicos, estão invadindo o cotidiano das pessoas e que são apresentadas pela ciência como conquistas universais do homem.

É isso ai!
Até mais!
Bom Feriado!!

domingo, 25 de outubro de 2009

Você pagaria 350 mil reais para ter seu cão clonado?

Bom Dia Pessoal!

Se você não pagaria, eles pagaram!
Um casal americano pagou US$ 155 mil para clonar o cachorro de estimação.
Após ver o seu cão Lancelot, da raça labrador, ser diagnosticado com câncer, Ed e Nina Otto recorreram a uma empresa de clonagem animal da Coréia do Sule e cogelaram seu DNA.
O clone, “Lancelot Encore” nasceu após o original ter morrido no início de janeiro de 2008.

Que Amor Heim!

Até mais!!

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL975729-5602,00-CASAL+NORTEAMERICANO+PAGA+O+EQUIVALENTE+A+R+MIL+E+CLONA+CAO+DE+ESTIMACAO.html

sábado, 24 de outubro de 2009

Cachorro é clonado a partir da orelha do pai genético!

Boa Tarde Pessoal!!

Hoje estamos trazendo pra vocês um cãozinho que foi clonado por cientistas sul-coreanos
utilizando a célula da orelha do pai genético.

Foto: EFE
O processo de clonagem se deu a partir da retirada do material genético da célula da orelha e colocaram-no num óvulo esvaziado de seu núcleo, posteriormente foi estimulado para dividir e virar um embrião dentro da mãe barriga de aluguel labradora.
O animal é da raça Afghan e recebeu o nome de "Snuppy" ( referência às iniciais em inglês do centro onde trabalham os pesquisadores -Seoul National University), nasceu com a ajuda de uma cesariana após uma gestação de 60 dias.

A equipe, comandada pelo professor Woo Suk Hwang, da Faculdade de Veterinária da Universidade de Seul,após haver transferido mil embriões a 123 recipientes, conseguiu apenas três gestações e Snuppy foi um deles.

Fonte:http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI615297-EI297,00-Cientistas+clonam+cachorro+pela+primeira+vez.html



Até mais !!
Bom Final de Semana!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Documentos a serem analisados e o seu contexto

Boa Tarde pessoal!


A atividade dessa semana envolve o contexto e os documentos a serem analisados tipologicamente no trabalho final. O contexto é o caso fictício descrito abaixo:


Em um lugar tão tão distante, vivia um renomado médico especialista em genética, seu nome era Dr. Cloneldon. Dono da Clinica MCE-Life, que é referência em tratamento de células-troncos e genética, isto é, clonagem terapêutica. Produzem e acumulam diversos documentos, e atualmente possuem um acervo extenso, reflexo de suas atividades.

Ao longo dos anos, Dr. Cloneldon adquiriu interesse na área de clonagem induzida artificialmente, e fazia suas pesquisas sem revelar o seu real interesse: clonar um ser humano. Assim, conversando com alguns de seus pacientes, percebeu que uma delas desejava ter um clone de seu único filho, que tinha desenvolvido uma doença incurável, resolvendo consumar suas pesquisas e o sonho de sua paciente.

Pouco tempo depois, realizou-se o contrato de clonagem entre a Clínica Life e Luciana, mãe da criança com doença incurável. Os procedimentos começaram na semana seguinte. Quando Luciana e seu filho Theodore de dez anos chegaram a clinica, preencheram a ficha do paciente, obtendo todos os dados de Theodore, que iria ser clonado. Ele não sabia, pensava apenas que era mais um tratamento de rotina, sendo que as únicas pessoas que sabiam da clonagem induzida artificialmente eram o Doutor e sua mãe.
Então, foram realizados todos os procedimentos de clonagem inclusive a retirada de amostra de sangue do menino, o óvulo foi implantado na mãe de aluguel, fato ocorrido com sucesso. Depois de alguns meses de gravidez, a mãe de aluguel foi submetida a uma ecografia gestacional para avaliar a idade gestacional, o crescimento intra-uterino, se o feto está crescendo de forma normal ou há alguma alteração. O restante da gravidez foi tranquila e o clone de Theodore nasceu com saúde perfeita. Após o nascimento do bebê o médico fez a análise do DNA da criança nascida em comparação com o DNA do doador, a partir da impressão digital molecular ou fingerprint do DNA, de ambos, comprovando a clonagem, isto é, que o material genético do Theodore é idêntico ao do Clone. Ele cresceu forte e saudável.

Após esse fato a clínica era responsável por congelar os cordões umbilicais das crianças clones, caso o contratante fosse a favor, ou de outras crianças, cujos pais solicitavam a guarda, com o objetivo de manter o material genético (DNA) ativo para possíveis pesquisas (clonagem terapêutica), curas de doenças e até mesmo realizar outras clonagens induzidas artificialmente.


Então os documentos analisados serão:

O contrato,

A ficha do paciente,

Amostras de sangue,

Cordão umbilical,

Ecografia gestacional,

Impressão digital molecular ou fingerprint do DNA,



Por enquanto é isso..


Até mais!!!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Camundongo congelado, por 16 anos, é clonado por Japoneses

Boa tarde Pessoal!!

Hoje temos um caso interessantíssimo e inovador para os assuntos de clonagem...

Japoneses conseguiram clonar camundongos congelados por 16 anos!
Isso mesmo! 16 anos!
Esse feito animou os pesquisadores, que começam a ver mais chances de “ressuscitar” as espécies extintas.




Durante o processo, nenhuma substância protetora foi usada para o congelamento, de forma que as células dos bichos foram bem esbodegadas, passando os camundongos a -20 graus Celsius, por 16 anos até a pesquisa.

Liderados por Teruhiko Wakayama, do Centro de Biologia de Desenvolvimento da Riken, em Kobe, a equipe procurou núcleos celulares que parecessem estar menos estragados para tentar a clonagem, com duas linhagens de camundongos. Assim descobriram durante o processo, que as células cerebrais eram as mais aptas.

No processo foi utilizado técnicas tradicionais de clonagem: pegar um óvulo de camundongo, extrair o núcleo, introduzir o núcleo do bicho congelado e dar um choquinho, para fazer com que a célula recém-transformada em zigoto começasse a se multiplicar.

Em uma das linhagens, o resultado foi ótimo. Os cientistas implantaram alguns embriões clonados em fêmeas vivas (barriga de aluguel), além de conseguir derivar células-tronco embrionárias. Após 19 dias, foi realizada a cesariana e nasceram os oito clones com material genético idêntico ao de um dos camundongos congelados.


Na outra linhagem, já não tiveram o sucesso quanto aos nascidos, pois nenhuma gravidez chegou ao final, mas foi possível extrair as células-tronco embrionárias. Esse fato pode não ter sido pelo congelamento dos bichos, mas pelas características da própria linhagem congelada, que havia sido fruto de cruzamento consangüíneo.

Fonte:http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL847628-5603,00.html


É isso ai! Até mais!

domingo, 18 de outubro de 2009

Continuação dos Tipos de Clonagem

Boa Tarde Pessoal!

Voltando com os tipos de clonagem, hoje iremos falar sobre os outros três tipos existentes e suas características.


Clonagem reprodutiva

Consiste na transferência nuclear da célula somática (SCNT ou TNCS). Esta técnica clona animais através de suas células embrionárias.

Durante o processo uma célula somática é introduzida em outra célula retirada de um animal (ou humano), logo depois da ovulação. Antes de introduzi-la, o cientista deve remover os cromossomos, que contêm genes e funcionam para continuar a informação hereditária, da célula recipiente. Após a introdução da célula somática, as duas células fundem. A célula fundida começa a se tornar um embrião normal, produzindo a prole. Para o seu desenvolvimento é necessário "mãe-de-aluguel".

Devido ao trabalho manual sob microscópio, essa técnica consome tempo e recurso, além de resultar numa taxa elevada de mortalidade de ovos, pois sofrem stress, ambas as células envolvidas no processo.

Clonagem embrionária

Consiste em um processo similar ao do que se observa na natureza, multiplica-se o embrião do animal em estudo produzindo, assim, gêmeos, trigêmeos, etc. Há anos é utilizada em animais, mas muito pouco foi experimentado com seres humanos.

A Clonagem Terapêutica

Consiste em estágios iniciais idênticos à clonagem para fins reprodutivos. Sua diferença está no fato do blastocisto não ser introduzido no útero, pois esse é utilizado em laboratório para a produção de células-tronco a fim de produzir tecidos ou órgão para transplante. As células-tronco embrionárias são importantes porque são multifuncionais, isto é, podem ser usadas em diferentes tipos de células, podendo ser utilizadas no intuito de restaurar a função de um órgão ou tecido, transplantando novas células para substituir as células perdidas pela doença, ou substituir células que não funcionam adequadamente devido a defeito genético (ex: doenças neurológicas, diabetes, problemas cardíacos entre outros.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Clonagem

Até mais!!!



segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dica de filme

video

Em um futuro próximo, a clonagem de gado, peixes e até mesmo animais de estimação já é fato corriqueiro. Mas clonar seres humanos é um ato ilegal em todo o planeta. Pelo menos até Adam Gibson (Arnold Schwarzenegger) um dia chegar em casa e encontrar um clone em seu lugar. Agora, separado de sua família e jogado em um mundo que ele não compreende, Gibson precisa salvar a si mesmo para descobrir quem está por trás destes acontecimentos e recuperar sua família.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Análise Tipológica com base nos Archiveros de Madrid

Boa Tarde Pessoal!

Então dando sequência aos nossos exercícios, hoje temos como leitura o texto do Grupo de Archiveros de Madrid, Manual de Tipologia Documental. Com o objetivo de conseguir a definição das séries e tipologias documentais para a organização dos fundos trabalhados, eles utilizaram um modelo que segue 10 etapas.

Com base nesse modelo iremos analisar tipologicamente os documentos da MCEByte, começando pelo pedido que já foi analisado anteriormente com base em outros autores, e dando sequência com a análise dos demais documentos separados em séries.

Pedido de Contratação de Viagem
1.Tipo Documental
Denominação: Pedido
Definição: Pedido de Viagem com objetivo de fazer viagem virtual.
Código: -
Características externas:
Gênero: Textual
Suporte: Papel
Formato:Metade da folha A4

Forma: Original
2. Produtor: Pessoa que solicitou o pedido
3. Destinatário: MCEByte - Unidade de Controle de Viagens
4. Legislação : Código de Defesa do Consumidor
5. Trâmite: Unidade de controle de viagens disponibilizou o documento, a pessoa solicitante preencheu o pedido com seus dados pessoais e entregou de volta a unidade.
6. Documentos Básicos que compõe o expediente: É um documento simples que deve conter o lugar para onde se quer viajar, nome e assinatura da pessoa que quer a viagem, o dia , o mês e o ano que o pedido foi feito.
7. Ordenação da série: Por assunto( local da viagem) e cronológica
8. Conteúdo: Pessoas : Empresa MCEByte e cliente solicitante da viagem
Assuntos:viagens virtuais para casa impossível, paisagem lunar, pátio impossível, torre do abismo.Com direito ainda , de implantar chip, lobotomia parcial, transferência de dados através de impulsos magnéticos.
9.Vigência: Tempo indeterminado, pois deve-se ter um período de segurança da saúde do cliente, pois não se sabe se a pessoa que viajou terá problemas no futuro em relação ao implante feito, podendo responsabilizar a empresa pelos danos causados. Esse documento serve de prova que o cliente concordou em ter o implante e exime a MCEByte de qualquer culpa pelos danos .
10. Expurgo: Guarda permanente, pois serve como contrato-padrão, lhe dando características de documento permanente.

Tabela de preço para venda ao consumidor
1.Tipo Documental
Denominação:Tabela de Preço
Definição: Quadro informativo com a finalidade de sistematizar e fazer vizualizar dados de forma instantanêa.
Código:
Características externas:
Gênero: Textual
Suporte: Papel
Formato:Documento simples

Forma: Original
2. Produtor: MCEByte - Setor financeiro
3. Destinatário: Consumidor
4. Legislação : Código de Defesa do Consumidor
5. Trâmite: Sai do setor financeiro para o setor de vendas até chegar ao consumidor.
6. Documentos Básicos que compõe o expediente:
7. Ordenação da série: Numérica cronológica

8. Conteúdo: Assuntos: Contém os diferentes serviços e seus custos.
9.Vigência: até a empresa atualizar com novos preços de acordo com o mercado.
10. Expurgo: eliminação após a elaboração de uma nova tabela de preços.

Folhetos de Propaganda
1.Tipo documental
· Denominação: Folhetos de propaganda
· Definição: Folhetos de propaganda que mostram lugares para realizar uma viagem virtual.
· Código: ---
· Características externas:
o Gênero: textual e iconográfico
o Suporte: Papel
o Formato: Folha A4
o Forma: Original
2.Produtor: MCEByte
3.Destinatário: Cliente
4.Legislação: Normas Padrão da Atividade Publicitária
5.Trâmite: A unidade de publicidade cria o documento e ele é passado para os clientes.
6.Documentos básicos que compõe o expediente: O documento deve ter o nome do lugar da viagem, uma imagem deste, contato e endereço da empresa.
7. Ordenação da série: Alfabética por nome do local de viagem
8. Conteúdo:
· Pessoas: Empresa MCEByte
· Assuntos: viagens virtuais para casa impossível, paisagem lunar, pátio impossível, torre do abismo.
9. Vigência: Enquanto estiverem fazendo a propaganda.
10. Expurgo: Guarda permanente, pois compõe a memória da empresa.

Ficha funcional

1.Tipo Documental
. Denominação: Ficha funcional
. Definição: Ficha contendo dados de funcionários da empresa
. Características externas: Classe: textual; suporte: papel; Formato: ficha; Forma: Original.
2. Produtor: MCEByte
3. Destinatário: MCEByte
5. Trâmite: Ao ser contratado o funcionário deve preencher esta ficha com seus dados pessoais. Após o preenchimento destes dados esta ficha é encaminhada para o setor de RH da empresa.
7. Ordenação da série: alfabética, de acordo com o nome do funcionário.
8. Conteúdo:
. Pessoas : Funcionários da Empresa MCEByte
. Assuntos:Nome, registro, data de nascimento, endereço, cônjuge, endereço, telefone, nome dos filhos e data do nascimento deles, registro de documentos (carteira de trabalho, cic, rg), dados bancários (nome e nº da conta e, da agencia do banco pelo qual o funcionário vai receber seus vencimentos).
Também possui um histórico com a data de admissão, os cargos ocupados e a data de rescisão, alem de um campo para observações.

Até mais!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O Porco Espanhol Clonado!



Oi pessoal!!

Só pra curiosidade mesmo. Saiu no dia 06/10/09 na Globo .com uma reportagem interessante sobre uma experiência feita pela Universidade de Múrcia utilizando uma técnica de clonagem semelhante à da ovelha Dolly.

Pela primeira vez um porco foi clonado no país. Três porquinhos nasceram, no entanto, apenas um, hoje com dois meses, sobreviveu. O mais curioso é o nome escolhido para batizar o bichinho, que se chama Kaká. Isso mesmo, em homenagem ao nosso jogador de futebol, que está em alta na Espanha.
Por que será que o porquinho ganhou esse nome?


Fonte:http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/espanhol/0,,MUL1331820-9845,00-PRIMEIRO+PORCO+CLONADO+NA+ESPANHA+GANHA+O+NOME+DE+KAKA.html


Quais são os tipos de clonagem?

Boa Tarde Pessoal!

Agora que já sabemos o que é clonagem, então, vamos falar um pouco sobre a clonagem natural e a induzida artificialmente.

Clonagem Natural: a clonagem é natural em todos os seres originados a partir de reprodução assexuada, isto é quando não há participação de células sexuais. Exemplo: bactérias, seres unicelulares, podendo ocorrer também em mamíferos, como o tatu e gêmeos univitelinos.

Clonagem induzida artificialmente: é feita a partir de um processo no qual é retirado de uma célula um núcleo, e de um óvulo a membrana. A junção dos dois depois é colocada numa barriga de aluguel, ou mesmo em laboratório, para a clonagem terapêutica. A partir de uma célula-mãe, ocorre a produção de uma ou mais células , idênticas entre si e à original, que são os clones. Os indivíduos resultantes desse processo terão as mesmas características genéticas do indivíduo doador. Exemplo: Dolly que é cópia de uma ovelha adulta da raça Finn Dorser(cabeça branca) dona das células mamárias. Os sete cães clonados na Coréia do Sul que são cópias do seu pai um Golden Retriver.


Além desses tipos de clonagem, ainda temos a reprodutiva, a embrionária e a terapêutica. Fique atento , pois esses assuntos estarão nos próximos post de clonagem.

Até mais!!